Desenvolvedora de Ghost of Tsushima garante que o jogo não é um hack ‘n slash

Sucker Punch, desenvolvedora de Ghost of Tsushima, garantiu que o sistema de combate do jogo não será no estilo hack ‘n slash como a maioria dos jogadores pensam.

Durante a apresentação do game na E3 2018, os participantes que acompanhavam o evento da Sony tiveram a impressão de que o jogo seria um Hack ‘n Slash por causa da cena em que vemos o protagonista Jin derrotando um pequeno grupo de oponentes com a sua katana, porém, todos estavam enganados.

De acordo com Chris Zimmerman, um dos responsáveis pelo estúdio, o jogo não tem nada de hack ‘n slash, mas sim de um brawler, onde o foco é no combate corpo a corpo contra múltiplas ondas de inimigos.

Se fosse um hack ‘n slash, o jogador que controlou a demo não estaria tão nervoso pra praticar antes de cada demo. É um brawler, é baseado em skill, numa grande quantidade de direções.

O coração do jogo é… na demo você vê inimigos. Você entra em um embate contra eles e sabendo que está em perigo, que tem que dar o teu melhor. É bastante incomum se pensar no assunto. Existem vários jogos que lutar contra um inimigo é difícil, outros apresentam a dificuldade por ter de enfrentar 20. Nesse caso, três acaba por ser um número interessante, dá um ar frescor ao jogo.

A demo de Ghost of Tsushima, que você conferiu logo acima, mostra apenas uma missão secundária do jogo, mas serviu para deixar todos de boca aberta, frente a qualidade que ela apresenta.

Ainda não há data de lançamento precisa para o game, mas já sabemos que ele chega no segundo semestre de 2019.

Redator

Sandro Felix é redator e co-fundador do TecnoGames Brasil. Para ele, os jogos são mais do que entretenimento, é uma vida, uma paixão.