CEO da Starbreeze é a primeira vítima de Overkill’s The Walking Dead

Overkill’s The Walking Dead, o promissor game da desenvolvedora Starbreeze que se passa no mesmo universo do seriado The Walking Dead acabou não tendo o sucesso que a desenvolvedora tanto almejava.

Após o fracasso comercial do jogo, seguido por um corte em seu preço no mercado, a desenvolvedora anunciou que o CEO da companhia, Bo Andersson Klint, deixou o cargo e pediu demissão do conselho administrativo da empresa.

Através de um comunicado oficial divulgado em seu site, a desenvolvedora anunciou a saída de Klint do grupo e revelou que a partir de agora, a companhia está se preparando para um período muito difícil, onde a saída de Klint foi apenas uma medida necessária garantir a sua sobrevivência da empresa.

Nesta fase, a Starbreeze precisa de um tipo diferente de liderança e, portanto, decidimos pedir a Mikael Nermark para assumir a total responsabilidade com o nosso mandato completo para esta nova fase, disse o presidente da Starbreeze, Michael Hjorth, em um comunicado.

Nermark vai assumir a gestão das operações e liderar o trabalho para focar a empresa. Durante seu mandato como CEO em anos anteriores, ele implementou uma reestruturação abrangente e reposicionou a empresa de uma forma única.

Lançado no último dia 6 de novembro, Overkill’s The Walking Dead não empolgou os jogadores como os trailer do jogo mostravam. Alvo de muitas criticas, o game acabou decepcionando e se tornou um dos maiores fracassos comerciais do ano.

Redator

Sandro Felix é redator e co-fundador do TecnoGames Brasil. Para ele, os jogos são mais do que entretenimento, é uma vida, uma paixão.