Psicólogo americano diz que Fortnite é “inapropriado” para crianças

O psicólogo americano Leonard Sax afirmou que os pais deveriam proibir os filhos de jogarem Fortnite Battle Royale porque o objetivo do jogo é “matar outros humanos”.

O psicólogo, cuja especialidade está focada na saúde mental dos jovens, acredita que jogar Fortnite deixa os jovens menos sensíveis a violência, pois o game o faz acreditar que atos violentos não são em todo caso ruins.

Jogar games em que o objetivo é matar pessoas, como o Fortnite, acabam por dessensibilizar os jogadores em relação à violência, disse Leonard.

Os pais precisam ter coragem para dizer: ‘Isso não é bom’, explica ele.” As crianças precisam aprender habilidades sociais face a face. Eles precisam ser fisicamente ativos, preferencialmente ao ar livre. Eles precisam dormir bem à noite. Um cara obcecado por Fortnite tem menos probabilidade de fazer qualquer uma dessas coisas.

Leonard não foi a única personalidade que criticou o jogo da Epic Games. Matthew Hancock, secretário de Estado da Cultura do Reino Unido, também expressou preocupação com as horas que as crianças dedicam diariamente a Fortnite. Anne Longfield, Comissária para as Crianças no Reino Unido, também disse:

As empresas de videogames também têm a responsabilidade de garantir que seus produtos não estejam induzindo as crianças a terem características violentas.

Redator

Sandro Felix é redator e co-fundador do TecnoGames Brasil. Para ele, os jogos são mais do que entretenimento, é uma vida, uma paixão.