Hacker é condenado a prisão após ataque DDoS aos servidores de World of Warcraft

Calin Mateias, um hacker da Romênia, que havia sido extraditado para os Estados Unidos em novembro do ano passado, foi condenado pelo tribunal americano a um ano de prisão por realizar um ataque DDoS aos servidores de World of Warcraft em 2010.

De acordo com informações da NBC Los Angeles, Mateias, 38 anos, de Bucareste, lançou um ataque de negação de serviço distribuído – DDoS – contra os proprietários da Blizzard Entertainment em 2010 depois que a empresa forneceu acesso ao jogo para jogadores europeus e Mateias se envolveu em disputas com outros jogadores.

O ataque DDoS inundou os servidores do World of Warcraft com uma enorme quantidade de tráfego ou solicitações, tornando o sistema inoperante para milhares de jogadores e causando um prejuízo para a Blizzard de 30 mil dólares.

Irritado por um jogador contra o qual ele jogava regularmente, o réu decidiu derrotar seus oponentes em World of Warcraft interrompendo os servidores para que eles não tivessem acesso ao jogo. Suas ações foram motivadas por um desejo jovem de vencer, disse o advogado da defesa de Mateias.

Além de cumprir um ano em prisão federal, Mateias também terá que pagar US$ 30.000 dólares à Blizzard como compensação pelos danos.

Curiosamente, esta não é a primeira vez que Mateias se mete em problemas com a justiça. Em 2004, ele foi acusado de conspirar contra a empresa californiana Ingram Micro com o objetivo de roubar equipamentos cujo valor chegava a mais de US$ 10 milhões. No entanto, essas acusações foram retiradas após sua condenação descrita acima.

Redator

Sandro Felix é redator e co-fundador do TecnoGames Brasil. Para ele, os jogos são mais do que entretenimento, é uma vida, uma paixão.