• Facebook
  • Instagram
  • Twitter
Já faz um tempo em que a Amazon vem trabalhando para reduzir pra um dia a entrega de produtos para aqueles que são membros do seu programa prime. A empresa disse que essa opção está disponível para mais de 10 milhões de produtos e que os membros do programa prime já pode utiliza-lá sem exigência de compra mínima.

Membros do programa prime da Amazon terão entrega de um dia em mais de 10 milhões de produtos

Já faz um tempo em que a Amazon vem trabalhando para reduzir pra um dia a entrega de produtos para aqueles que são membros do seu programa prime. A empresa disse que essa opção está disponível para mais de 10 milhões de produtos e que os membros do programa prime já pode utiliza-lá sem exigência de compra mínima.

A Amazon conseguiu disponibilizar a entrega de um dia devido ao seu grande crescimento nos últimos vinte anos, a companhia possui muito centros de distribuição nos Estados Unidos e ainda tem uma logística de produtos eficientes. Isso tudo garante que a empresa consiga entregar os mais variados em pouquíssimo tempo.

O que não se sabe, é se o serviço está disponível apenas nos Estados Unidos ou se será disponibilizado para outros países também.

Novo dispositivo Wearable da Amazon poderá ler emoções humanas

Novo dispositivo Wearable da Amazon poderá ler emoções humanas

De acordo com um relatório divulgado, parece que a Amazon está desenvolvendo um novo dispositivo wearable com capacidade de ler até emoções humanas. O dispositivo poderá ser usado no pulso com ativação por comando de voz e sua principal funcionalidade, será a de ler emoções humanas. Se esse recurso chegar no novo dispositivo da Amazon, certamente será único e exclusivo no mercado, já que ainda hoje, não há dispositivos que consiga realizar a façanha de ler nossas emoções.

Algumas fontes citaram ainda que pra trazer tal produto pra realidade, a equipe de software de voz da Alexa e a divisão de hardware Lab126 da Amazon estão trabalhando juntas no desenvolvimento do dispositivo e algumas especificações foram até reveladas.

O novo dispositivo wearable da Amazon terá microfone especial com capacidade de discenir o estado emocional da voz e ainda a tecnologia vai sugerir que o usuário interaja consigo de forma mais natural.

Mais detalhes não foram revelados e também diante das especulações a Amazon não negou e nem confirmou o desenvolvimento desse dispositivo.

Amazon quer reduzir dependência da Intel com a utilização de seus chips Graviton

Amazon quer reduzir dependência da Intel com a utilização de seus chips Graviton

Amazon Inc. introduziu seus próprios processadores de servidor chamados Graviton. Os chips vão desafiar os processadores da Intel que desempenharam um papel importante no serviço de computação em nuvem da Amazon.

A empresa de comércio eletrônico anunciou seus chips Graviton na segunda-feira, uma medida que é vista como o primeiro passo da Amazon para reduzir sua dependência da Intel. Há algum tempo, a empresa de fabricação de semicondutores fornece o componente mais importante dos servidores de computação em nuvem da Amazon. .

É possível que os chips Graviton possam se tornar os processadores preferênciais da Amazon em um futuro próximo, porque as novas unidades de circuitos eletrônicos suportam as versões mais recentes do principal serviço de computação em nuvem EC2 da varejista, segundo a Bloomberg .

O Annapurna Labs, uma startup que a Amazon adquiriu em 2015, projeta os chips Graviton. Os novos processadores utilizam tecnologia da unidade de design de software e semicondutores do Softbank Group, a ARM Holdings. Os chips Graviton são capazes de executar serviços web e aplicativos que não são tão intensivos, e eles funcionam bem mesmo quando vários servidores trabalham na mesma tarefa.

Apesar de a Amazon ter lançado seus próprios chips, a Intel continuará a ser o principal fornecedor de processadores para servidores cloud e de computação de ponta da empresa, confirmou o vice-presidente da Amazon Web Services, Matt Garman.

Garman esclareceu que a Amazon simplesmente criou seus próprios chips porque viu a oportunidade de a tecnologia rival prosperar. Ele também afirmou que a Amazon quer distinguir seus chips dos processadores da Intel. “Queremos nos diferenciar e atender a todos os casos de uso que nossos clientes apresentarem”, disse Garman.

Amazon vai construir 12 instalações de transmissão via satélite

Amazon vai construir 12 instalações de transmissão via satélite

A Amazon Web Services revelou seu próximo grande empreendimento: construir instalações de transmissão via satélite. A empresa disse que vai conceder acesso à infraestrutura para os clientes que precisam enviar e receber dados dos diferentes satélites que orbitam a Terra.

A AWS anunciou que pretende construir 12 instalações de transmissão via satélite em diferentes partes do mundo. Segundo a empresa, as instalações que vão ser construídas, serão basicamente estruturas equipadas com antenas que podem se comunicar com milhares de satélites no espaço.

A Amazon apontou que os clientes-alvo de seus novos negócios são empresas que não possuem recursos financeiros suficientes para construir e operar suas próprias instalações de transmissão via satélite. Eles poderiam ter acesso a vários serviços de satélite sob demanda quando alugassem qualquer uma das estações terrestres de satélite, de acordo com o Business Insider .

“Você descobre com qual estação terrestre você quer interagir. Você agenda de maneira eficaz onde quer que o satélite interaja com a estação terrestre ”, disse o CEO da AWS, Andy Jassy, ​​sobre o serviço de aluguel de acesso via satélite.

A AWS já lançou duas estações terrestres; as outras dez instalações iniciarão suas operações em meados de 2019. A empresa não divulgou o custo total da construção das 12 estações terrestres, mas é óbvio que o grande projeto não sairá barato.

Amazon lança novo navegador para Android, é leve e super rápido

Amazon lança novo navegador para Android, é leve e super rápido

A Amazon acaba de lançar um novo navegador para usuários do Android na Índia. O novo aplicativo chamado “Internet” é projetado especificamente para consumir muito menos dados do que os navegadores comuns. Aparentemente, este navegador de Internet da Amazon também fornece uma experiência muito particular, uma vez que não solicita dados privados de nenhum usuário. Assim como qualquer outro aplicativo, o navegador de Internet da Amazon tem alguns recursos essenciais, como o modo de leitura em tela cheia. O formato da página inicial também é muito semelhante ao layout do Chrome, com guias para notícias de tendências e as páginas mais visitadas.

Amazon lança novo navegador para Android, é leve e super rápido

Além da configuração anônima no Chrome, há uma opção particular para permitir que os usuários ocultem o histórico de navegação do dispositivo. Para sua informação, o app ‘Internet’ não é o primeiro aplicativo ‘lite’ da Amazon para o público indiano. A empresa lançou recentemente a versão lite do Kindle, seu aplicativo de leitura altamente popular. Assim como o ‘Internet’, o Kindle lite pesa menos de 2 MB e oferece uma experiência de leitura de livros eletrônicos. O aplicativo é voltado para aparelhos com uma conexão de internet mais lenta em áreas com conectividade sem fio instável.

Este é um navegador completo que dificilmente ocupa espaço, o que é ideal para pessoas com smartphones de nível básico. Embora muitos de nós estejam habituados a smartphones com 4 GB de memória RAM e a um mínimo de 64 GB de armazenamento a bordo, existem consumidores com smartphones Android de nível básico com 8 GB de armazenamento. Isso significa que aplicativos como ‘Internet’, Messenger Lite etc. podem ajudar esses usuários a obter uma experiência fantástica; não ficando ficando sem espaço em seus smartphones constantemente.

Onde obter o Amazon Internet Browser
O aplicativo está disponível para download na Google Play Store e é compatível com a plataforma Android, a partir  do Android 5.0 Lollipop e acima.