• Facebook
  • Instagram
  • Twitter
Airbus revela projeto inicial de seu Mars Rover

Airbus revela projeto inicial de seu Mars Rover

A NASA e a Agência Espacial Européia concordaram em abril deste ano em descobrir se é possível trazer de volta amostras de solo de Marte para a Terra. Para esse fim, a Airbus recebeu um contrato de US $ 5,2 milhões da Agência Espacial Européia para desenvolver um rover que poderá coletar essas amostras em Marte. A equipe da Airbus baseada em Stevenage, na Inglaterra, foi selecionada porque já está construindo o rover ExoMars, que deve chegar a Marte em 2021.

O rover encarregado de coletar amostras do solo será diferente do ExoMars, que possui instrumentos científicos sofisticados. Seu único objetivo será a de encontrar e coletar as amostras do solo marciano que o rover Mars 2020 da NASA deixar para trás.

O Mars Saturn 2020 da NASA vai extrair amostras do solo e armazená-las em mais de 30 tubos que serão descartados em vários pontos. E a partir daí o rover desenvolvido pela airbus vai detectar à distância onde estão esses tubos, dirigir-se para a sua localização por conta própria, pegá-los com a ajuda de um braço robótico e depois armazená-los.

A equipe de viabilidade na Airbus para este projeto menciona que ele vai ser um rover relativamente pequeno que pesará cerca de 130 kg, mas vai ter de colocar-se com os requisitos que incluem cobrir grandes distâncias exigindo “usando um alto grau de autonomia, planejando o seu próprio caminho pela frente durante os dias seguintes.”

O rover pode levar cerca de 150 dias para coletar todos os tubos deixados para trás pelo Mars 2020 rover, depois disso ele terá que localizar o foguete pousado em Marte, para onde os tubos serão entregues, que então decolará e esperançosamente fará o seu caminho de volta à Terra.