Ossos do ouvido médio impressos em 3D pode ter curado paciente de surdez

Geralmente muitos que tem o problema da surdez, consegue ter a audição de volta graças aos aparelhos auditivos, mas em condição de cura total, isso não era possível até agora.

De acordo com o comunicado de imprensa do governo da África do Sul, um paciente com surdez se curou, depois de se submeter ao primeiro transplante de ouvido médio do mundo. No procedimento cirúrgico realizado com sucesso, foi usado ossos do ouvido médio impressos em 3D desenvolvido pelo professor Mashudu Tshifularo e sua equipe na Faculdade de saúde da Universidade de Pretoria (UP), para substituir os ossos danificados e isso pode ter feito com que o paciente com surdez voltasse a ouvir novamente depois de danificar o ouvido médio num acidente de carro.

O prof. Tshifularo falou que “Substituindo apenas os ossículos que não estão funcionando adequadamente, o procedimento traz riscos significativamente menores do que as próteses conhecidas e seus procedimentos cirúrgicos associados”. Usamos titânio para este procedimento, que é biocompatível. Usamos um endoscópio para fazer a substituição, portanto, espera-se que o transplante seja rápido, com mínima cicatriz.

Outro ponto importante é que qualquer pessoa pode fazer a cirurgia, até os recém-nascidos. Além disso, esse procedimento cirúrgico diminui a de paralisia do nervo facial, o que as vezes ocorre quando se realiza um cirurgia no modo tradicional.

A tecnologia 3D está nos permitindo fazer muitas coisas, mas precisamos de patrocinadores pra fazer essa invenção decolar, citou o Prof. Tshifularo. No entanto, falta de recursos não haverá, já que Pakishe Aaron Motsoaledi, ministro da Saúde da África do Sul, declarou total apoio ao projeto.

Redator

Edilson Félix é redator e co-fundador do TecnoGames Brasil. Vive constantemente conectado no mundo da tecnologia, surfando na onda das novidades.