Youtuber entra na lista negra da EA após criticar Anthem

A Electronic Arts parece estar levando seu mais novo lançamento – Anthem – para um caminho errado. Após um famoso streamer que é patrocinado pela companhia criticar o jogo, a empresa decidiu censurá-lo e o baniu de seu programa “EA Gamechangers”, um programa onde criadores de conteúdo e jogadores profissionais participam do processo de desenvolvimento de jogos, dando feedbacks e sugerindo melhorias.

Segundo o streamer “ggmanlives”, após publicar seu vídeo de analise do jogo, onde ele destaca vários problemas no game, a Electronic Arts decidiu bani-lo de seu programa “EA Gamechangers” e o colocou na sua lista negra, obrigando o mesmo a deletar o vídeo e retirar seu Logotipo.

Em entrevista ao portal VG247, o streamer diz que não sabe muito bem o que pode ter acontecido, mas acredita que sua opinião sincera sobre o game não foi muito agradável para a EA.

Basicamente não estava autorizado a dizer coisas negativas sobre o jogo se quisesse ter as marcas d’água, porque estas marcas d’água significam que a EA endossa-o e partilha-o através da rede Game Changers. Sinceramente não sei o que tudo isto significa. Apenas me disseram que eu teria que removê-las porque isso foi uma quebra de contrato ou algo parecido com isto, disse  o streamer.

Procurada, a Electronic Arts não se pronunciou sobre o ocorrido, mas é evidente que a empresa tentou censurar uma critica ao game, o que demonstra que a companhia se preocupa cada vez menos em fazer bons jogos e mais em ganhar dinheiro.

Lançado oficialmente nesta sexta-feira, 22 de fevereiro, Anthem segue sendo duramente criticado pelos especialistas como também pelos jogadores, que afirmam que o sem graça e repetitivo.

Redator

Sandro Felix é redator e co-fundador do TecnoGames Brasil. Para ele, os jogos são mais do que entretenimento, é uma vida, uma paixão.