• Facebook
  • Instagram
  • Twitter
Pesquisadores desenvolvem IA que detecta a doença de Alzheimer seis anos antes

Pesquisadores desenvolvem IA que detecta a doença de Alzheimer seis anos antes

Por

07/01/19 às 11:58

Ser capaz de antecipar ou prever algo antes que isso aconteça é muito bom. No caso da nossa saúde, às vezes um diagnóstico precoce significa altas chances de cura, e até mesmo impede que determinada doença apareça no futuro.

É nesse ponto da medicina que o uso inteligência artificial tem um grande papel. Parece que pesquisadores da UC San Francisco, conseguiram desenvolver um sistema de IA que pode realmente detectar a doença de Alzheimer em um paciente muito antes do seu surgimento. É possível fazer o diagnóstico até seis anos antes.

De acordo com Jae Ho Sohn, um dos pesquisadores por trás do projeto, “uma das dificuldades com a doença de Alzheimer é que quando todos os sintomas clínicos se manifestam e fazemos um diagnóstico definitivo, muitos neurônios já tem morrido, fazendo com que a doença se torne irreversível. ” É por isso que a IA foi desenvolvida para ajudar a detectar a doença em seus estágios extremamente iniciais.

Para treinar a IA, os pesquisadores alimentaram PET scans da Iniciativa de Neuroimagem da Doença de Alzheimer (ADNI). Este conjunto de dados continha imagens de pacientes que acabaram sendo diagnosticados com Alzheimer, com comprometimento cognitivo leve ou sem distúrbio. Parece que, eventualmente, o sistema conseguiu aprender sozinho quais recursos eram considerados importantes para diagnosticar a doença.

Os testes iniciais provaram ser bem sucedidos, só que mais testes ainda precisam ser feitos até que a tecnologia esteja inteiramente pronta pra ser usada.

Deixe seu comentário