Bill Gates apresenta vaso sanitário futurista que não precisa de água

A Fundação Bill & Melinda Gates se uniu a inovadores, investidores e desenvolvedores globais na Reinvented Toilet Expo, em Pequim, onde o bilionário filantropo e co-fundador da Microsoft, Bill Gates, revelou um vaso sanitário futurístico que não precisa de água e usa produtos químicos para transformar resíduos humanos em fertilizantes.

Gates diz que a reinvenção de uma das mais importantes necessidades humanas pode salvar 500 mil vidas e economizar mais de US$ 200 bilhões.

A fundação gastou US$ 200 milhões em um período de sete anos para financiar pesquisas de saneamento, e a partir daí foi introduzido 20 concepções inovadoras de processamento de lodo e toalhetes que removem agentes patogênicos tóxicos e transformam os dejetos humanos em água limpa e fertilizantes.

“As tecnologias que você verá aqui são os avanços mais significativos em saneamento em quase 200 anos”, disse Gates.

Para demonstrar uma nova abordagem para a esterilização de resíduos humanos, Gates usou um copo de resíduos humanos que segundo ele continha 200 trilhões de rotavírus – um vírus contagioso que pode causar inflamação no estômago e intestinos – bem como 20 bilhões de bactérias Shigella e 100.000. ovos de vermes parasitas.

Gates explicou que seu novo processo pode ajudar a acabar com “quase 500.000 mortes infantis e economizar 233 bilhões de dólares anualmente em custos ligados à diarréia, cólera e outras doenças causadas por falta de água, saneamento e higiene”.

Em um Boletim de Tratamento de Águas Residuais dos EUA , os poluentes contaminam a água de muitas maneiras, incluindo os transbordamentos de esgoto sanitário e os transbordamentos de esgoto combinados.

Segundo a Organização Mundial da Saúde , “cada dólar investido em saneamento rende cerca de US $ 5,50 em retornos econômicos globais”.

“A demanda inicial pelo vaso futurístico será em locais como escolas, apartamentos e banheiros comunitários”, disse a Fundação Gates em um comunicado. “À medida que a adoção desses vasos sanitários futurísticos de múltiplas unidades aumentar e os custos diminuirem, uma nova categoria de vasos sanitários estará disponível”.

Gates disse estar interessado em um novo método do Instituto de Tecnologia da Califórnia, que combina um reator eletroquímico que decompõe os resíduos humanos e a água para produzir hidrogênio e fertilizantes que podem ser armazenados em células a combustível de hidrogênio e usados ​​como energia.

“Não é mais uma questão de podermos reinventar o banheiro e outros sistemas de saneamento. É uma questão de quão rapidamente essa nova categoria de soluções off-grid será ampliada.”

Gates afirma que essas tecnologias são os avanços mais significativos em saneamento em quase 200 anos.

Redator

Edilson Félix é redator e co-fundador do TecnoGames Brasil. Vive constantemente conectado no mundo da tecnologia, surfando na onda das novidades.