• Facebook
  • Instagram
  • Twitter
FBI entrou no caso e está investigando a violação de segurança do Facebook

FBI está investigando a violação de segurança do Facebook

Por

13/10/18 às 09:05

No final de setembro, o Facebook anunciou que havia sofrido uma violação de segurança. A violação teria comprometido cerca de 50 milhões de contas e as alegações do Facebook, desde então, abordaram a questão. No entanto, em um post em seu site, o Facebook compartilhou detalhes adicionais, incluindo como o FBI, desde então, se envolveu com a investigação.

Para começar, o Facebook afirma que a avaliação inicial de 50 milhões de contas comprometidas pode ter sido maior do que se pensava anteriormente. Em vez disso, a empresa alega que, das 50 milhões de contas que se acreditava terem sido comprometidas, apenas 30 milhões realmente tiveram informações roubadas.

Rompendo ainda mais, o Facebook diz que, para cerca de 15 milhões de usuários, os invasores conseguiram roubar informações como seu nome e detalhes de contato (incluindo números de telefone e / ou e-mails). Para cerca de 14 milhões de usuários do Facebook, os invasores conseguiram roubar informações que incluíam “nome de usuário, sexo, localização / idioma, status de relacionamento, religião, cidade natal, data de nascimento, tipos de dispositivos usados ​​para acessar o Facebook, educação, trabalho, os últimos 10 lugares que eles registraram ou foram marcados, website, pessoas ou Páginas que eles seguem, e as 15 pesquisas mais recentes ”.

E para os 1 milhão de usuários restantes, o Facebook alega que os invasores não conseguiram acessar nenhuma informação. O Facebook também confirmou que está trabalhando com o FBI e várias agências governamentais (inclusive internacionais) para rastrear o incidente e encontrar os hackers por trás deles.

Deixe seu comentário