Pesquisadores já estão trabalhando no desenvolvimento da rede 6G

Muitas empresas nem começaram a implantar direito a rede 5G, e já estão pensando na próxima que deverá ser o 6 G. As redes 5G quem vem aos poucos cobrindo alguns países, estão chegando com altíssimas velocidades de transmissão, usando espectro de freqüência mais alto do que as gerações anteriores e a próxima geração dessa tecnologia sem fio continuará essa tendência.

Um dos principais projetos de demonstração de uma equipe de pesquisadores sugere a possibilidade de construir uma estação base que possa lidar com as faixas de freqüência das futuras gerações de redes sem fio. Seus esforços estão centrados em 140 GHz, 220 GHz e 340 GHz, muito acima da faixa de 3,4 GHz a 3,8 GHz usada na rede 5G.

Há ideias sobre uma estação base que pode irradiar até mil feixes de transmissão de cada vez. Se cada feixe oferecer uma taxa de transmissão de 10 gigabits por segundo, uma base poderá transmitir até 10 terabytes por segundo.

A transmissão de dados nessa frequência será muito superior ao das redes atuais, e outro ponto importante é que você ficará concectado de qualquer ponto do planeta. Mas cá entre nós, até as redes nessa velocidade chegar até nós, pode demorar um pouco, ou talvez chegue mais cedo do que nós imagina.

 

Redator

Edilson Félix é redator e co-fundador do TecnoGames Brasil. Vive constantemente conectado no mundo da tecnologia, surfando na onda das novidades.