Google quer que a AMP se torne um padrão web global

O Google está procurando uma maneira de transformar a web móvel como a conhecemos hoje. Originalmente, um site é otimizado para experiência em desktop, mas em 2015, mais da metade das buscas do Google vieram de smartphones. A empresa tentou resolver o problema com a tecnologia Accelerated Mobile Pages (AMP), ou seja é uma tecnologia de carregamento rápido das páginas. Mas isso só funciona em alguns lugares (por exemplo, Google, Twitter, Bing e Baidu), o que significa que em outros lugares é irrelevante. A gigante da pesquisa, portanto, anunciou em uma postagem no blog que executa uma campanha para transformar a tecnologia AMP padrão em toda web. O objetivo é melhorar essa tecnologia, com pré-renderização, suporte off-line e bloqueio de alguns recursos para torná-lo útil praticamente em qualquer lugar. “Com base no que aprendemos sobre a AMP, agora estamos prontos para dar o próximo passo e trabalhar para promover o download de conteúdo mais rápido através dessa tecnologia , dizem eles…

Para que as páginas da web se carregassem mais rapidamente em smartphones, algumas empresas usaram suas próprias tecnologias, Facebook Instant Articles ou Apple News. No entanto, estes são formatos incompatíveis e proprietários. Portanto, o Google quer aprimorar a experiência da visão da Internet móvel ao compartilhar tecnologia e conhecimento do projeto AMP.

Redator

Edilson Félix é redator e co-fundador do TecnoGames Brasil. Vive constantemente conectado no mundo da tecnologia, surfando na onda das novidades.